Permacultura | Permaculture
  • The 9ª class of certified permaculturists is here

    Publicado em 11/07/2016 às 23:16

    9ª turma de permacultorxs.

    9ª permaculture design course class. Júlia, Ana Clara, Marina, Carina, Isis, Luca, Lucas, Raiane, Renan, Cláudia, Yasmin, Juana, Isabella, Pedro, Charles, Leonardo, Gustavo, Rinaldo, Miriam. Luiz. Instrutores: Marcelo, Iana. Arno e Arthur.

    The 9ª edition of Introduction to permaculture discipline have certified more 20 permaculturists. NEPerma has formed a total of 173 permaculturists since 2012. This class, as well as previous editions, was composed by a diversity of students from different graduate programs, among them, biology, design agronomy, geography, medicine and others. Thus, NEPerma confirms its compromise to put into practice the multidisciplinary faces of permaculture at UFSC.

    The final permaculture plan developed by these class students consisted in a familiar small farm in São Pedro de Alcântara, a small city distant 32km from Florianópolis. The classmates were divided into three groups and brought a lot of new ideas.

    The introduction to permaculture discipline is offered semiannually by Permaculture Research Group (NEPerma).


  • The voice of the wind

    Publicado em 20/06/2016 às 16:23

    NEPerma release the Brazilian portuguese subtitled version for La voz del viento documentary. After some months, the work coordinated by Morgana Mayer with support of Jorge Timmermann,  Arthur Nanni, Marcelo Venturi, Rodrigo Arruda,  Leticia dos Santos in the translation and subtitles synchronisation. The task had a layout adaptation made by Elisa Alcocer.

    https://youtu.be/w6drENvTmlw

    Jean-Luc Danneyrolles, farmer Provence and Carlos Pons, Spanish director, organized a trip to Grenada City to meet the emerging spanish social movement, alternating between agroecology and paradigm shift. They depart during February 2012 Siberian wave, with farmers’ seeds as only medium of exchange and wealth.

    More information…


  • Academics from several programs are looking for permaculture

    Publicado em 19/04/2016 às 15:46
    Procura por vagas (interessados) e vagas preenchidas (efetivados) para a disciplina "Introdução à Permacultura" em 2016/1.

    Procura por vagas (interessados) e vagas preenchidas (efetivos) para a disciplina “Introdução à Permacultura” em 2016/1.

    IN TRANSLATION, PLEASE WAIT!

    A nona edição da disciplina Introdução à Permacultura teve uma enorme procura por vagas, totalizando 83 pessoas oriundas de 28 cursos de graduação e pessoas externas à UFSC, que solicitaram ingresso em uma das 20 vagas ofertadas na turma de 2016/1.

    O processo de seleção de alunos seguiu o critério adotado desde 2014/1 que, após priorizar os alunos do curso de geografia, que hospeda a disciplina, preenche as vagas remanescentes a partir da lista de suplência fornecida pelo CAGR/UFSC, por intermédio do IAP do aluno.

    Neste semestre foi registrado um aumento expressivo de alunos do curso de Ciências Biológicas interessados em cursar a disciplina. Isso se deve pelo fato da disciplina ter sido inserida como optativa nos cursos de Ciência Biológicas Bacharelado e Licenciatura.

    A busca pela diversidade de linhas de pensamento no preenchimento das vagas da disciplina, faz-se necessária, para que os 20 alunos que seguirão até o final do semestre, possam vivenciar um intercâmbio mais intenso de informações entre colegas de diferentes áreas do conhecimento, enriquecendo as aulas que passam a orbitar em diferentes linguagens técnicas.

    Um total de 8 pessoas externas à UFSC interessadas em cursar a disciplina participaram dos dois primeiros encontros. Nenhuma destas demandas pode ser atendida, pois a suplência na matrícula prioriza o ingresso de alunos da UFSC.

    A disciplina Introdução à Permacultura é uma iniciativa do Núcleo de Estudos em Permacultura e está vinculada ao curso de graduação em Geografia da UFSC. A criação de uma segunda disciplina foi solicitada junto ao curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo e segue em apreciação.

    Acompanhe as atividades da Permacultura UFSC no Facebook


  • 8ª class of introduction to permaculture is out

    Publicado em 01/12/2015 às 17:16

    A 8ª turma com Geovano, Alex, Lucas, Josie, Marcela, Reginaldo, Elisa, Valéria, Ingrid, Marina, Jordi, Junior, Henrique e Gabriel

    A 8ª turma com Geovano, Alex, Lucas, Josiane, Marcela, Reginaldo, Elisa, Valéria, Ingrid, Marina, Jordi, Junior, Henrique e Gabriel

    IN TRANSLATION. PLEASE WAIT!

    Por meio da disciplina Introdução à Permacultura (GCN7938), o NEPerma acaba de formar mais 15 novxs permacultorxs. No total, 153 educandos se formaram pelo Núcleo em ações de ensino e extensão. Esta turma seguiu na mesma linha das anteriores, com participação de alunos da UFSC de diferentes cursos de graduação, dentre eles, geografia, geologia, artes cênicas, agronomia e outros. Desta forma, o NEPerma confirma seu compromisso com a transdisciplinaridade na academia.

    Monique que fugiu da foto.

    Monique que fugiu da foto.

    O projeto final de planejamento territorial desenvolvido pelos alunos do semestre 2015/2, envolveu a criação de uma proposta de sede para um sítio unifamiliar em São Pedro de Alcântara na grande Florianópolis. A turma foi divida em três grupos, que apresentaram diferentes ideias em relatórios, mapas e maquetes digitais.

    Alguns depoimentos dos estudantes e, agora, permacultorxs que poderão compartilhar seus conhecimentos com a sociedade:

    “A Permacultura pra mim é uma filosofia de vida, é uma rebeldia do sistema, é um ponto (ainda) fora da reta. Permacultura é a pílula vermelha do Matrix, é o despertar da consciência, é ter conhecimento de como funciona o mundo, de onde vem as coisas, da produção dos alimentos, das roupas, do modelo social que vivemos.”

    Marcela Meyer – Biologia

     

    “Permacultura é um estilo de vida, no qual nos conectamos a todas as esferas da vida para viver em harmonia com o meio ambiente e com nós mesmos.”

    Reginaldo Lemos – Geologia

    “Fazer o PDC foi uma experiência transformadora. A quantidade e a diversidade dos saberes e conhecimentos reunidos no curso fazem com que passemos a olhar TUDO de uma forma diferente, sempre tentando aproveitar movimentos e acontecimentos para chegar aonde queremos ao invés de tirar tudo do caminho e começar sempre do zero.”

    Lucas Santo – Design

     

    “Ao concluir o PDC, percebi que a Permacultura torna completamente obsoleto o modo vigente de produção, consumo e interação com a natureza. Assim, é uma importante ferramenta de mudança e empoderamento, já que aponta alternativas e soluções.

    A Permacultura é um esforço para o estabelecimento de um sistema cíclico, autossuficiente, permanente e libertador. É uma forma de reconexão entre homem e natureza, o qual observa, interage e se adapta a ela e não a molda. É uma resposta ao paradigma mecanicista vigente, baseado em um sistema técnico único de produção, o qual anula as características do local onde é implantado.

    Para mim, a Permacultura representa uma possibilidade de libertação da prisão sem grades onde estamos mantidos, e da qual muitos nem sequer sonham com a fuga, já que têm amor à sua escravidão, mantida pelo consumo e divertimento.”

    Marina Clasen

    “Permacultura é compreender que devemos estar de bem com tudo e todos que temos ao nosso redor, é aproveitar mais a vida em detrimento do capital, que devemos estar em harmonia com o ambiente no qual estamos situados e com as pessoas em sociedade. Precisamos disso para sermos literalmente felizes com o que fazemos e temos, indo além de técnicas e procedimentos. Significa uma mudança de mentalidade, com apoio do aparato científico, e também de contracultura frente a exigência que o capital incita. A Permacultura é inovadora, reflexiva e fundamental à nossa existência, pois nos faz construir o comportamento que devemos ter para com a natureza, assim como os demais seres já o realizam, nos tornando verdadeiramente seres ditos racionais. A natureza tende a autorregulação e a Permacultura é a via como esta autorregulação pode e deve ser concretizada pela sociedade. Pela sua importância, deveria ser mais um dos temas transversais que deveriam integrar o currículo das escolas para a plena formação cidadã das novas gerações.”

    Geovano Hoffmann – Geografia

    “Bom, antes de frequentar a disciplina de Introdução à Permacultura do departamento de Geociências, me parecia uma proposta para prática de agricultura sustentável que oferecia uma série de técnicas e soluções para quem estivesse interessado em uma outra alternativa. Logo no início da disciplina tive medo que esse conhecimento não estivesse ao alcance de quem não fosse da área e que talvez fosse melhor aceitar isso. Porém, assim como todos que disputaram uma vaga nessa disciplina, eu também estava ali por sentir que as coisas como “são”, não é mais uma alternativa aceitável. Então aula após aula, os princípios do design da permacultura foram fazendo cada vez mais e mais sentido, a leitura da paisagem e os fluxos de energia me mostram um planeta vivo, pulsando a cada instante junto com comigo. E aquela primeira impressão de um série de técnicas se transforma em uma percepção sistêmica do espaço que habito, o planeta.”

    Valéria Gontarczyk – História