Concurso vestibular para Educação do Campo 2020

01/11/2019 18:22

Seguem abertas as inscrições até 18 de novembro de 2019 para o concurso vestibular para Licenciatura em Educação do Campo 2020 – ciências da natureza e matemática. Um total de 50 vagas estão abertas no processo seletivo.

O curso, ofertado na modalidade presencial, tem duração de 4 anos e habilita o licenciado à lecionar aulas de ciências e matemática no Ensino Fundamental (anos finais) e aulas de biologia, química, física e matemática para o Ensino Médio.

As aulas iniciarão em março de 2020 e serão organizadas em regime de alternância, com aulas em período integral durante o Tempo-Universidade na UFSC em Florianópolis (uma semana por mês) e demais atividades durante o Tempo-Comunidade nos municípios de Paulo Lopes, São Pedro de Alcântara, Porto Belo e na Escola 25 de Maio, em Fraiburgo.

Para concorrer a uma das vagas o candidato precisa ter concluído o Ensino Médio até a data de matrícula. As provas ocorrerão em Paulo Lopes, Águas Mornas e Tijucas no dia 26/01/2020 das 14h às 18h.

Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3721-2250, pelo e-mail ou ainda pelo Facebook

Acesse agora o Edital do processo seletivo.

Procura por especialização atrai interessados de diferentes estados

01/11/2019 10:59

Origem das inscrições para o curso de pós-graduação.

Nas últimas duas semanas iniciou-se o processo seletivo com o período de inscrições para vagas do Curso de Especialização em Permacultura, ofertado pelo NEPerma em parceria com o Departamento de Educação do Campo do CED.

Planejado para ocorrer na modalidade presencial, a expectativa inicial de atendimento regional com interessadas residentes na grande Florianópolis, seguido de outras localidades em Santa Catarina, foi confirmada. Num total de 154 inscritos para 30 vagas disponíveis, 78% são provenientes de SC. Também foram registradas inscrições de outros estados brasileiros e interesse por profissionais de países latinoamericanos como Chile e Colômbia. Do total, 2/3 são mulheres e um bom número já possui algum tipo de pós-graduação.

O grupo de professores envolvidos no desenvolvimento dessa iniciativa na UFSC acredita que a demanda por formações em permacultura, tanto em nível de pós-graduação, quanto graduação se deve ao fato dos interessados buscarem novas áreas de atuação profissional com propostas realmente sustentáveis.

Perfil de alguns candidatos a vaga na especialização.

O curso de Especialização em Permacultura da UFSC é o quarto a ser ofertado em nível nacional, visto que outras iniciativas já ocorreram em universidades como a UECE, UFCA e PUC-Campinas.

Tags: Especialização em permacultura

Especialização em permacultura abre inscrições até 27/10/2019

02/10/2019 15:34

Agricultor e permacultor Jorge Silva, referência em Santa Catarina, recebendo uma das turmas de permacultura no Sítio Silva em Anitápolis.

O Departamento de Educação do Campo em parceria com o Núcleo de Estudos em Permacultura oferecem o curso de especialização em permacultura, que traz à sociedade o atendimento de uma demanda de ensino em nível de aperfeiçoamento, constatada a partir do trabalho realizado pelo NEPerma/UFSC ao longo de sete anos de atuação no ensino de permacultura em nível superior.

O curso busca atender prioritariamente públicos com atuação no meio rural, tais como agricultores familiares, os extrativistas, os pescadores artesanais, os ribeirinhos, os assentados e acampados da reforma agrária, os trabalhadores assalariados rurais, os quilombolas, os caiçaras, os povos da floresta, os caboclos e outros.

A especialização busca qualificar profissionais de diferentes áreas do conhecimento para atuação na gestão de recursos naturais, com conhecimentos técnico-científicos e socioculturais, com base nas éticas e princípios da permacultura, que permitam absorver e desenvolver novas tecnologias e métodos apropriados à permanência da espécie humana no planeta.

O curso contará com a participação de 14 instrutores de diferentes áreas do conhecimento, incluindo docentes, profissionais autônomos e agricultores familiares. Com essa equipe em atuação o participante terá acesso a uma visão plural da permacultura e sua aplicação em diferentes ambientes de planejamento.

Oferecido na modalidade presencial, o curso possui carga horária de 360h com início das atividades de ensino previsto para março de 2020. Um total de 12 encontros semanais (alguns quinzenais), incluindo atividades práticas de campo, estão programadas para acontecer até agosto de 2021. Além da carga de disciplinas, o participante terá de desenvolver um projeto de planejamento em permacultura sob a orientação dos docentes, documentá-lo e apresentá-lo para obtenção do título de especialista.

Saiba mais sobre essa iniciativa e acesse o edital de inscrição…

Tags: Especialização em permaculturaLato sensu

Introdução à permacultura 2019/2

08/07/2019 07:40

Aula prática no Sítio Igatu.

Em 2019/2 vai acontecer mais uma edição da disciplina Introdução à permacultura, que possui o mesmo currículo e carga horária de um Curso de Planejamento Permacultural (Permaculture Design Course – PDC). No próximo semestre, o PDC contará com 11 instrutores entre permacultores professores, técnicos, praticantes e agricultores convidados.

Nesse período de matrículas procure pelo código GCN7938 – Introdução à permacultura e efetive sua matrícula, mesmo que o sistema acuse “sem vagas”. As aulas que constituem o PDC de 80 horas ocorrerão nas tardes das terças e estão previstas 2 atividades de campo.

Estudantes que não conseguirem vaga, mas efetuaram a matrícula no CAGR, deverão participar dos 2 primeiros encontros para tentar ocupar uma das 6 vagas adicionais que serão definidas ao final do segundo encontro (2ª semana). Para pessoas externas à UFSC, o procedimento é o mesmo e, se sobrarem vagas, haverá sorteio para ingresso de participantes sem o vínculo institucional.

Todo o conteúdo da disciplina estará disponível para livre acesso até dezembro de 2019.

Gostou dessa iniciativa? Gostaria de ver mais permacultura em universidades? Assine nosso abaixo-assinado para criação de cursos de graduação em permacultura.

NEPerma certifica sua 19ª turma

04/07/2019 15:27

Concluída mais uma etapa de formação permacultores, que foram certificados pela UFSC. Alunos de diferentes cursos de graduação da universidade puderam compartilhar suas experiências e aprender com outros ao longo desse primeiro semestre de 2019.

Turma de 2019/1 – Arthur, Cláudia, João, Eloisa, Lucas, Sabrina, Anderson, Jade, Rafael, Adilson, Fernando, Cecília, Márcio, Alexandre, Janine, Mayara, Mariana, Patrícia, Felícia e Jaíne. Marina fugiu da foto.

A disciplina contou com a colaboração de 11 instrutores, incluindo professores, servidores técnicos, ex-alunos, agricultores e praticantes da permacultura. Essa dinâmica de ensino vem reforçando a linha de ensino aplicada pelo NEPerma/UFSC desce 2012, quando houve a oferta da primeira edição da disciplina.

Com essa turma o NEPerma já certificou mais de 270 pessoas para desenvolver ações, projetos e iniciativas utilizando a lógica e a filosofia de planejamento da permacultura.

O NEPerma prevê uma nova edição da disciplina para o segundo semestre de 2019. Atente para o período de matrículas e busque o código GCN7938 para vir também compartilhar do seu tempo conosco.

Depoimentos

 

Marina – estudante de geografia
Gostei muito da disciplina, que muda a forma de ver as coisas. Um olhar mais crítico sobre muitos aspectos que antes passavam “quase” que despercebidos. Permacultura pra mim é repensar minhas atitudes, em como elas afetam a natureza e as pessoas principalmente.

Adilson – estudante de ciências biológicas
Antes da graduação sequer tinha ouvido sobre permacultura. De início desconfiei, afinal, quantas são as utópicas ideias “revolucionárias” que não passam de “achismos” ou disfarces para interesses ocultos. Ainda assim, deixei de lado pré-conceitos e resolvi entender melhor do que se tratava. Fato é, essa simples palavra, que carrega em si um oceano de ideias, princípios e éticas, pode transformar a maneira como se enxerga o mundo. Nesse momento, quase ao final do curso posso afirmar, a permacultura é uma ciência que se presta a mudar a percepção das pessoas sobre tudo ao redor e, através de métodos de planejamento e baseando-se em princípios éticos, moldar os ambientes terrestres para a formação de assentamentos humanos sustentáveis.

Mariana – estudante de design

A permacultura é um desafio para repensar velhos valores e premissas, analisar o lugar em que se o ocupa no mundo e a forma como se vive nele. Acho interessante que ela seja às vezes uma ferramenta, às vezes um possível movimento social, às vezes uma forma de se viver.

Tags: Ensino de permaculturaPDCTurmas

Extensão visita a Escola Visconde de Taunay em Blumenau

14/06/2019 18:59

A escola é uma explosão de criatividade em todos os cantos.

“Olhei para a rua e vi um bolo de crianças. Era briga na certa. Ao aproximar me deparei com o inesperado, o grupo estava auxiliando uma jararaca a atravessar a rua”.

Passagens como essa passaram a ser parte do cotidiano da escola Visconde de Taunay com o desenvolver do projeto Escola sustentável, conta a professora Jeane Pitz Pukall, coordenadora da ação que acabou se transformando em sua pesquisa de mestrado.

Na última quinta, o projeto de extensão Permacultura na escola, desenvolvido pelo NEPerma em parceria com a Escola de Ensino Básico Gama Rosa de São Pedro de Alcântara, esteve em visita à Escola municipal Visconde Taunay, situada em Blumenau/SC. A proposta da iniciativa foi conhecer melhor o projeto Escola sustentável, desenvolvido desde 2011 com o intuito de ampliar a educação ambiental através de um modelo baseado nas éticas e princípios de planejamento da permacultura.

O projeto foi reconhecido e premiado com destaque nacional e internacional. Segundo Jeane, seu êxito está alicerçado no empoderamento dos educandos ao longo do processo de implantação, manejo e gestão das ações desenvolvidas no ambiente escolar com a participação intensa da comunidade local.

Equipe de professores visitantes com a professora Jeane.

De fato, a equipe de professores da Escola Gama Rosa que foi conhecer a experiência da Visconde de Taunay maravilhou-se ao entender como processos de ensino participativos podem contribuir para a formação plena dos educandos. Segundo Jeane “a permacultura permite ir muito além da educação ambiental. Com ela é possível formarmos cidadãos éticos e críticos através do empoderamento coletivo.” Afirma ainda “as crianças estão agora mais empáticas, altruístas, críticas e, com certeza, mais empoderadas.”

A equipe de professores da Escola Gama Rosa trabalhará agora a sensibilização dos demais colegas para seguir desenvolvendo o projeto “Permacultura na escola” em São Pedro de Alcântara/SC.

Tags: EcoformaçãoEnsino de permaculturaPermacultura na escola

Espaços de cultivo do CCA recebem permaculturandos

23/05/2019 08:22

Em 22 de maio, a turma visitou os espaços de manejo dentro do Centro de Ciências Agrárias pelo projeto HOCCA (Horta Orgânica do CCA), orientados através dos membros do projeto Luany, Lucas, Luiz Paulo e do agrônomo Jefferson Mota.

Turma da permacultura em visita técnica à HOCCA.

A aula teórico-prática sobre Permacultura Urbana e as PANC (Plantas Alimentícias Não Convencionais) contemplou um circuito de visitação desde o Laboratório de Irrigação e Agricultura Urbana com a Aquaponia, que desenvolve pesquisas com a produção de peixes e hortaliças em sistema fechado onde a água circula na horta móvel de produção de hortaliças em caixas plásticas. A visita seguiu para identificação das PANC do Sistema Agroflorestal Agroecológico, junto ao antigo campo de futebol, identificando aproximadamente mais de 20 espécies alimentícias não convencionais. Houve ainda a demonstração de técnicas de agricultura tropical com viés na valorização dos conhecimentos dos povos originários para produção de alimentos e adubo num mesmo local. A parte prática ocorreu na horta mandala com a revitalização de canteiros e manejo do bananal.

Texto: Jefferson Mota

Revisão: Marcelo Venturi e Arthur Nanni

Tags: CCAEcologia CultivadaEnsino de permaculturaHoccaPANCPermacultura urbana

Introdução à permacultura 2019/1

27/02/2019 14:06

Zonas energéticas no planejamento.

Em 2019/1 vai acontecer mais uma edição da disciplina Introdução à permacultura, que possui o mesmo currículo e carga horária de um Curso de Planejamento Permacultural (Permaculture Design Course – PDC). No próximo semestre, o PDC contará com 11 instrutores entre permacultores professores, técnicos, praticantes e agricultores convidados.

Estudantes que não conseguiram vaga, mas efetuaram a matrícula no CAGR, deverão participar dos 2 primeiros encontros para tentar ocupar uma das 8 vagas adicionais que serão definidas ao final do segundo encontro (2ª semana). Para pessoas externas à UFSCo procedimento é o mesmo e, se sobrarem vagas, haverá sorteio para ingresso de participantes sem o vínculo institucional.

Os encontros acontecerão na sala 331 do CFH nas tardes das quartas.

Todo o conteúdo da disciplina estará disponível para livre acesso até agosto de 2019.

Gostou dessa iniciativa? Gostaria de ver mais permacultura em universidades? Assine nosso abaixo-assinado para criação de cursos de graduação em permacultura.

NEPerma certifica sua 18ª turma de permacultores

05/12/2018 15:06

14ª turma certificada pelo NEPerma/UFSC

Concluída a etapa de formação de mais uma turma de permacultores, que foram certificados pela UFSC. Alunos de diversos cursos de graduação da universidade puderam compartilhar suas experiências e aprender com outros ao longo desse segundo semestre de 2018.

A disciplina contou com a colaboração de 13 instrutores, incluindo professores, servidores técnicos, ex-alunos, agricultores e praticantes da permacultura. Essa dinâmica de ensino vem reforçando a linha de ensino aplicada pelo NEPerma/UFSC desce 2012, quando houve a oferta da primeira edição da disciplina e cuja história está sendo contada no Livro Ensinando Permacultura, que logo deverá estar pronto.

Somadas a essas edições da disciplina, iniciativas de extensão como os cursos do projeto Terra Permanente, Permachico e o PDC para a academia, já certificaram mais de 250 pessoas para desenvolver ações, projetos e iniciativas utilizando a lógica e a filosofia de planejamento da permacultura.

O NEPerma prevê uma nova edição da disciplina para o primeiro semestre de 2019. Atente para o período de matrículas e busque o código GCN7938 para vir também compartilhar do seu tempo conosco.

Depoimentos

Pedro Menin – Design

A permacultura, pra mim, é uma filosofia de vida, um caminho a ser seguido. Aprendi nesse curso muito mais do que técnicas de plantio, construção ou tratamento de resíduos. Aprendi o que é ética, o que é respeitar a natureza e devolver a energia que recebemos da nossa Terra. Quando despertamos para essa realidade, fora da zona de conforto da rotina do sistema social, econômico e cultural em que vivemos, começamos a repensar melhor nossos atos, nossas aspirações e nossas reais necessidades. Gostei muito de vivenciar e aprender isso com esse grupo da permacultura. Conheci pessoas muito legais e vejo cada vez mais esperança para a espécie humana.

Josanne Pinheiro – Antropologia

Permacultura para mim, depois de fazer o PDC, é uma escolha de vida. É optar por essa escolha, embora não haja regras rígidas para ser Permacultor, é se colocar em defesa do planeta Terra. É entender que, como pessoas, temos a capacidade de utilizar as energias, construir espaços para moradia, produzir nosso próprio alimento, mas, acima de tudo, respeitar os movimentos do planeta. Não é se isolar do mundo e tornar o seu espaço de morada um santuário intocado. Ao contrário, permacultura é atuação, é encontrar soluções de inclusão das pessoas com a natureza, de uso consciente dos recursos.

Frederico Piovesana – Geografia

Considerando todo o conhecimento e experiências vividas neste semestre, assim como a bagagem e expectativas de vida que tenho, a permacultura vem como um caminho possível de ser seguido para uma maior autonomia baseada na interação harmônica entre as necessidades humanas e sociais com a natureza e seu potencial energético.Vejo a permacultura como uma troca pacífica e lenta, porém, essencial e permanente, entre um sistema de exploração em decadência para um sistema anárquico que coloca o ser humano como um grande mestre e guardião da vida no Planeta Terra.

Tags: Ensino de permaculturaPDCTurmas

Permacultura na universidade

13/07/2018 11:51

O NEPerma/UFSC, em conjunto com outros Núcleos de Estudos em Permacultura, que constituem a Rede NEPerma Brasil, estão articulando a campanha Permacultura na Universidade, que visa entender a demanda de pessoas interessadas e promover a criação de cursos de graduação em permacultura em instituições federais de ensino superior. A campanha traz alguns vídeos curtos que compartilham a opinião de docentes e técnicos administrativos das universidades acerca da proposta.

A pessoa que deseje fortalecer essa causa, precisa assinar o abaixo-assinado. Se você é uma delas, apoie esta iniciativa!

Se você chegou até aqui, mas ainda tem dúvidas sobre o que é permacultura, assista este vídeo.

Leia o Manifesto da Rede NEPerma Brasil para criação de cursos de permacultura em universidades.

  • Página 1 de 3
  • 1
  • 2
  • 3