Procura por especialização atrai interessados de diferentes estados

01/11/2019 10:59

Origem das inscrições para o curso de pós-graduação.

Nas últimas duas semanas iniciou-se o processo seletivo com o período de inscrições para vagas do Curso de Especialização em Permacultura, ofertado pelo NEPerma em parceria com o Departamento de Educação do Campo do CED.

Planejado para ocorrer na modalidade presencial, a expectativa inicial de atendimento regional com interessadas residentes na grande Florianópolis, seguido de outras localidades em Santa Catarina, foi confirmada. Num total de 154 inscritos para 30 vagas disponíveis, 78% são provenientes de SC. Também foram registradas inscrições de outros estados brasileiros e interesse por profissionais de países latinoamericanos como Chile e Colômbia. Do total, 2/3 são mulheres e um bom número já possui algum tipo de pós-graduação.

O grupo de professores envolvidos no desenvolvimento dessa iniciativa na UFSC acredita que a demanda por formações em permacultura, tanto em nível de pós-graduação, quanto graduação se deve ao fato dos interessados buscarem novas áreas de atuação profissional com propostas realmente sustentáveis.

Perfil de alguns candidatos a vaga na especialização.

O curso de Especialização em Permacultura da UFSC é o quarto a ser ofertado em nível nacional, visto que outras iniciativas já ocorreram em universidades como a UECE, UFCA e PUC-Campinas.

Tags: Especialização em permacultura

Especialização em permacultura abre inscrições até 27/10/2019

02/10/2019 15:34

Agricultor e permacultor Jorge Silva, referência em Santa Catarina, recebendo uma das turmas de permacultura no Sítio Silva em Anitápolis.

O Departamento de Educação do Campo em parceria com o Núcleo de Estudos em Permacultura oferecem o curso de especialização em permacultura, que traz à sociedade o atendimento de uma demanda de ensino em nível de aperfeiçoamento, constatada a partir do trabalho realizado pelo NEPerma/UFSC ao longo de sete anos de atuação no ensino de permacultura em nível superior.

O curso busca atender prioritariamente públicos com atuação no meio rural, tais como agricultores familiares, os extrativistas, os pescadores artesanais, os ribeirinhos, os assentados e acampados da reforma agrária, os trabalhadores assalariados rurais, os quilombolas, os caiçaras, os povos da floresta, os caboclos e outros.

A especialização busca qualificar profissionais de diferentes áreas do conhecimento para atuação na gestão de recursos naturais, com conhecimentos técnico-científicos e socioculturais, com base nas éticas e princípios da permacultura, que permitam absorver e desenvolver novas tecnologias e métodos apropriados à permanência da espécie humana no planeta.

O curso contará com a participação de 14 instrutores de diferentes áreas do conhecimento, incluindo docentes, profissionais autônomos e agricultores familiares. Com essa equipe em atuação o participante terá acesso a uma visão plural da permacultura e sua aplicação em diferentes ambientes de planejamento.

Oferecido na modalidade presencial, o curso possui carga horária de 360h com início das atividades de ensino previsto para março de 2020. Um total de 12 encontros semanais (alguns quinzenais), incluindo atividades práticas de campo, estão programadas para acontecer até agosto de 2021. Além da carga de disciplinas, o participante terá de desenvolver um projeto de planejamento em permacultura sob a orientação dos docentes, documentá-lo e apresentá-lo para obtenção do título de especialista.

Saiba mais sobre essa iniciativa e acesse o edital de inscrição…

Tags: Especialização em permaculturaLato sensu