Mais parceiros na permacultura

14/12/2012 17:02

Fernando e a percepção de uso do espaço na zona 0.

O curso de permacultura continua e os parceiros da UFSC seguem transmitindo seus conhecimentos para a formação de nossa segunda turma. É o caso do permacultor e estudante de arquitetura Fernando Pires. Neste semestre ele trouxe muitas ilustrações e livros sobre métodos de bioconstrução. Trabalhou as questões de percepção dos alunos no que tange a adequação do planejamento permacultural para a zona 0, sua importância na definição daquela que é a zona mais utilizada no espaço planejado.

Aula de manejo e uso de bambu com Marcelo.

Ainda tivemos a participação do colega Marcelo Venturi que proporcionou a orientação dos alunos em dois encontros. O primeiro foi na fazenda da Ressacada com a apresentação da área a ser planejada para os alunos. No segundo encontro, Marcelo apresentou ensinamentos sobre o manejo e uso do bambu.

Solos, agricultura ecológica e flutuação em sala de aula

03/11/2012 00:49

Ilyas e a parte experimental para reconhecimento da textura de solos.

Na última quarta-feira (31/10) acompanhei a aula do colega Ilyas Siddique, cidadão do mundo, que escolheu Florianópolis para ensinar agroecologia e permacultura. Neste semestre, o Ilyas repetiu o menu do semestre, anterior repassando aos alunos os conhecimentos de solos e agricultura ecológica.

Adicionalmente o Ilyas segue apoiando a realização do projeto final da disciplina e curso de extensão, junto a área destinada a agroecologia na fazenda da ressacada. Com o apoio de campo de outro colega, Marcelo Venturi, os alunos concluem o curso com a apresentação do projeto final de planejemento permacultural.

A mandala em espiral, as estações do ano, os ciclos climáticos e fases da lua, por Júlia Avila.

Eu quando estou como ouvinte sigo tomando meu chimarrão e, “certa feita”, ao passar a cuia, me deparei com o desenho da aluna Júlia Ávila, que estava sentada ao meu lado. Sabe quando você está assistindo aula, mas na verdade não está? Esse foi o caso naquele momento, pois a Júlia estava em completa flutuação, mas numa flutuação coerente, capaz de reunir vários conceitos da permacultura ensinados até aqui em um esboço à caneta. Uma reunião de padrões e ciclos muito claros. Neste momento penso que realmente vale a pena ensinar de forma sistêmica, pois por mais fragmentada que seja a visão do cartesianismo, é possível fazer com que os alunos sintetizem e agrupem informações como num passe de mágica (7 encontros semanais), expressando uma capacidade de visão que transcende o  que estamos acostumados a ver em sala de aula.

Parceiros na Permacultura

24/10/2012 00:21

Jorge e os princípios da permacultura.

A disciplina “Introdução à permacultura” é palco para o aprendizado plural, onde a opinião de permacultores parceiros é muito bem vinda. É o caso do amigo Jorge Timmermann que neste semestre falou sobre os princípios da permacultura. Com seu jeito brincalhão, Jorge sempre cativa e estimula os alunos a participarem de forma intensa no aprendizado da permacultura.

Outro importante parceiro é o colega Arno Blankensteyn que, além de explicar claramente os processos ecológicos, proporciona uma aula prática sobre vermicompostagem, onde os alunos têm a oportunidade de reconhecer hábitos das espécies que reprocessam nosso resíduo orgânico, entregando como resultado um composto de excelente qualidade.

Arno e seus “bichinhos”.

 

 

 

E não encerra por aí. Neste semestre ainda teremos Ilyas Siddique falando de solos e agroecologia, além de Marcelo Venturi que auxiliará nas atividades do projeto final junto à fazenda da Ressacada e falará sobre o manejo e bambus. Ainda teremos a participação do permacultor Fernando Pires que abordará o tema bioconstruções.