Permacultura | Permaculture
  • Permacultura Brasileira visita experiências na região sudeste

    Publicado em 12/09/2022 às 19:02

    Geraldo Dutra, parceiro de longa data revelando as permaculturas da região do Caparaó capixaba.

    O projeto de pesquisa Permacultura Brasileira iniciou as visitas às experiências permaculturais pela região Sudeste. Um total de sete locais de prática de permacultura foram conhecidos.

    Rivelino, agricultor de Alegre/ES e plantador de água.

    No estado do Espírito Santo os pesquisadores conheceram o projeto plantadores de água, na região do Caparaó Capixaba. Geraldo Dutra, articulador e educador ambiental, hospedou e acompanhou nossa equipe na visita a locais como o Sítio Jaqueira e a unidade rural do agricultor Rivelino, ambas desenvolvedoras de técnicas como as caixas cheias e secas que permitem manter as águas na paisagem por mais tempo, gerando assim mais riqueza hídrica às unidades rurais e permitindo mais autonomia na produção de alimentos agroecológicos.

    Família Canova em Alegre-ES.

    Ainda na cidade de Alegre/ES, a equipe teve a oportunidade de visitar a unidade rural da família Canova, que hoje conta com o agricultor Santos, sua mãe Nelci e a irmã Rogéria, que seguem mantendo vivos os conhecimentos de seu pai, Waldecy Canova, numa área de 6ha com alto grau de autonomia alimentar, tida como referência em permacultura no Brasil.

    O agricultor Waldeci Canova deixou um legado de sabedoria no desenvolvimento de sistemas agroflorestais estratificados com alta produtividade e alto grau de resiliência.

    Ecovila Jurema em Baependi/MG.

    No estado de Minas Gerais a colega Adriana Galbiati, referência nacional na temática do manejo ecológico das águas, hospedou e acompanhou nossa equipe em Baependi em visita a uma família neorrural que lá reside há seis anos e em outras duas ecovilas que estão em fase de implementação. Projetos coletivos que mostram o movimento neorrural acontecendo com força na região.

    No roteiro de visitas, conhecemos ainda outra família neorrural em Ibiúna/SP com o desenvolvimento da agricultura natural em uma área de 2ha.

    Diferentes contextos e técnicas estão sendo levantadas, entendidas e descritas no projeto Permacultura brasileira, que segue em desenvolvimento, para trazer informações de uma permacultura mais “brasuca” a todos/as que a praticam em seu dia a dia.

    Se interessou? Gostaria de participar ou sabe de alguém, ou alguma experiência exitosa em permacultura? Inscreva-se aqui. Esperamos em breve contatar para conhecer essa experiência.

    Somos gratos aos parceiros que têm nos acolhido e tornando viável a realização dessa pesquisa. Os custos desse projeto estão sendo bancados com recursos próprios dos pesquisadores. Se você deseja fomentar de alguma uma forma a continuidade desse projeto, entre em contato conosco.


  • NEPerma participa do 3º CPP para academia

    Publicado em 18/08/2022 às 22:57

    A Rede NEPerma Brasil em parceria com o NEPerma/UFSC e o Laboratório Sociedade e Medicina Veterinária da Universidade Federal de Fluminense (UFF), concluiu na última semana, a terceira edição do curso de planejamento em permacultura (CPP).

    Aula de leitura da paisagem nas imediações da FECM-UFF.

    Realizado em agosto na Fazenda Escola de Cachoeiras de Macacu, da Faculdade de Veterinária da UFF, no formato de imersão, o curso contou com a instrução de Arthur Nanni (UFSC), Luiza Valente (UFF), Dirlane do Carmo (UFF),  Jefferson Mota (@jeffagronomourbano), Marcelo Venturi (UFSC) e a arquiteta Ana Carolina Dias Diório (@casadegirassois). Nessa edição, o curso certificou mais 18 permacultores, sendo 14 técnicos e professores de diversas instituições (ENSP/FIOCRUZ, SEEDUC-RJ, UESB, UFF, UFOP, UFSM) e 4 agricultores vinculados ao SPG-ABIO de Cachoeiras de Macacu.

    Focado no público acadêmico, o CPP apresentado é uma formação básica em permacultura onde são também transmitidos métodos pedagógicos de ensino de permacultura voltados ao ensino superior, buscando estimular professores e técnicos, a estabelecerem ações de ensino e extensão na temática da permacultura.

    Participantes da 3ª edição do CPP para academia.

    Uma nova edição do CPP está prevista para ser realizada na Universidade do Sudoeste da Bahia, em Itapetinga. Já se encontra aberto o formulário de intenção de participação.

    Texto: Luiza Valente

    Revisão: Arthur Nanni


  • Curso de Extensão “Fundamentos de Permacultura” – 2 ª edição

    Publicado em 27/06/2022 às 09:35

    A Rede Neperma Brasil ofertará a 2ª edição do curso de extensão de “Fundamentos de Permacultura“, totalmente on-line e com encontros ao vivo para diálogos nas quartas-feiras das 20 as 21h. O curso é totalmente gratuito e terá inscrições a partir de 27 de julho de 2022, sendo o início imediato a partir do momento em que você realizar a inscrição. As inscrições em fluxo contínuo podem ser realizadas pelo site Inscrições UFSC. As atividades serão realizadas pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem da UFSC e incluem textos, videoaulas assíncronas e diálogos com permacultores.

    O curso é voltado para estudantes, professores, profissionais da área de ciências naturais e agrárias, bem como simpatizantes com o tema. O formato de aprendizagem permite ao participante a realização das atividades dentro de sua agenda pessoal. Os diálogos incluirão sempre permacultores/as que compartilharão suas experiências com os participantes.

    Programa do curso

    MÓDULO

    TEMA

    I

    Histórico e conceito de Permacultura. Éticas e princípios de planejamento.

    II

    Conceitos fundamentais de ecologia e clima. Padrões físicos e temporais, funções, percepção, interpretação e aplicação.

    III

    Leitura da paisagem, leitura do perfil natural e estratégias em diferentes climas. Método de planejamento do espaço – as zonas, setores, fluxos energéticos, análise de elementos e localização relativa.

    IV

    Solos e suas características, importância, identificação e manejo. Ecologia cultivada – tipos de agroecossistemas, estratégias de cultivo, animais como elementos e estratégias em diferentes biomas. Plantas da biodiversidade.

    V

    Águas em um contexto de escala global e local. Água como elemento da paisagem, características, necessidades e funções, sistematização das águas no espaço de planejamento, manutenção da qualidade e tecnologia apropriadas. Energias – fluxos energéticos na paisagem planejada, técnicas e tecnologias apropriadas para manejo.

    VI

    Arquitetura e permacultura – conceitos fundamentais, histórico, contexto e sistemas estruturais. Permacultura urbana – planejamento para espaços pequenos e coletivos.

    VII

    Planejamento para eventos extremos. Estruturas invisíveis: permacultura e sociedade – o papel social da permacultura, ecodesenvolvimento, sistemas econômicos, estratégias para organização social e questões legais.

     Organizador: Prof. Paulo Cesar Poeta Júnior


  • CPP na Escola 25 de maio em Fraiburgo

    Publicado em 16/05/2022 às 13:11

    Participantes do Curso de Planejamento em Permacultura na Escola 25 de maio.

    Na semana que passou, o NEPerma concluiu o Curso de Planejamento em Permacultura junto a Escola 25 de maio, que fica no Assentamento Vitória da Conquista em Fraiburgo/SC. O curso é resultado da oferta da disciplina EDC1476 – Introdução à permacultura e uma ação de extensão direta com a comunidade da Escola 25 de maio.
    Um total de 26 pessoas participaram da iniciativa incluindo alunos da Licenciatura em Educação do Campo e professores e alunos do Curso Técnico em Agroecologia ofertado regularmente na Escola.

    O grupo de participantes realizou 3 planejamentos em permacultura, sendo um para uma unidade familiar rural unifamiliar, outra multifamiliar e, também, para a área da Escola 25 de maio. Todas as unidades estão inseridas no âmbito do assentamento de reforma agrária Vitória da Conquista.


  • Participe do projeto “Permacultura brasileira”

    Publicado em 02/01/2022 às 20:59

    O NEPerma/UFSC iniciará em fevereiro o projeto de pesquisa Permacultura Brasileira, que busca compreender, sistematizar e revelar como evoluiu a permacultura (cultura de permanência) passados 30 anos de interações no Brasil.

    Uma equipe de pesquisadores do NEPerma/UFSC irá a campo conhecer experiências em permacultura em nível nacional. A pesquisa tem a expectativa de gerar produtos consolidados de consulta e suporte à tomada de decisão, para fomentar a popularização da permacultura no Brasil.

    Você vive a permacultura ou conhece experiências de cultura permanente? Ficou com vontade de participar?

    Inscreva-se aqui para construirmos juntos uma permacultura com cara brasuca.

     


  • Educação do campo – vestibular 2022

    Publicado em 21/12/2021 às 14:09

    Em 2022 serão ofertadas 50 vagas e as inscrições estão abertas a pessoas que concluíram o Ensino Médio, preferencialmente oriundas de municípios e/ou comunidades rurais; participantes de organizações sociais e sindicais do campo; lideranças comunitárias; professores/as e a todas que desejem formação em Educação do Campo na área de Ciências da Natureza e Matemática. O processo
    seletivo será por análise de histórico escolar do ensino médio e é específico e 
    exclusivo para ingresso no Curso de Licenciatura em Educação do Campo.

    Atenção para os prazos e informações do edital!

    • Inscrição gratuita e realizada via internet: de 04 a 20/01/2022
    • Link da inscrição:
    • Pré-requisito: ter concluído o ensino médio.
    • Será necessário preencher um Requerimento de Inscrição, com informações obtidas no Histórico Escolar do Ensino Médio.
    • Fique atento para preencher o requerimento corretamente e enviar todos os documentos solicitados no edital.
    Após as inscrições é preciso seguir acompanhando o processo:
    • 25 de janeiro de 2022: resultado preliminar para verificação e correção dos documentos.
    • 27 de janeiro de 2022: prazo para correção e envio de documentos faltantes.
    • 8 de fevereiro de 2022: publicação  do  resultado  de  confirmação  de  inscrição  definitiva.
    • 9 de fevereiro de 2022: recurso.
    • 10 de março de 2022A partir deste dia fique atento ao período de matrícula no site https://dae.ufsc.br/.
    O candidato que não efetuar a matrícula no prazo perderá o direito à vaga.

  • NEPerma conclui o Permacultura em prosa

    Publicado em 15/12/2021 às 19:00
    A imagem mostra Arthur e Jefferson em prosa sobre o sistema educativo "Agroflorestinha".

    Episódio “Agroflorestinha” com o permacultor Jefferson Mota.

    O NEPerma concluiu essa semana o projeto de extensão Permacultura em prosa. Iniciado em abril de 2020 com o nome “Organização de sessões ao vivo pela internet”, logo com o início das aulas no modo remoto, os episódios passaram do modo ao vivo para episódios gravados e o projeto passou a ser chamado de “Permacultura em prosa”.

    O projeto apresentou debates sobre diferentes temas abordados pela permacultura e presentes em ações da Rede NEPerma Brasil, através da produção de 30 vídeos que trouxeram fatos, dados e opiniões de 68 permacultures/as convidados/as.

    O projeto estimulou a criação de uma iniciativa similar junto à UNIRIO chamada Permapapo, que evidencia o trabalho coletivo da Rede NEPerma Brasil. Ainda como subproduto da série de sessões que abordaram a questão do saneamento básico, foi publicada a Nota técnica Resíduos sólidos rurais, desenvolvida em parceria com extensionistas rurais da Epagri de Santa Catarina.

    Todos os produtos estão disponíveis na playlist Permacultura em prosa do canal da Rede NEPerma Brasil.

     


  • NEPerma conclui mais uma edição do projeto Permacultura na escola

    Publicado em 09/12/2021 às 20:59
    Professora Jeane Pukall explicando o projeto Escola Criativa na EBM Visconde de Taunay.

    Professora Jeane Pukall explicando o projeto Escola Criativa na EBM Visconde de Taunay.

    No último dia 3 de dezembro o NEPerma concluiu mais uma edição do projeto Permacultura na escola e, para tal, foi organizada mais uma visita técnica em escolas nas escolas Visconde de Taunay e Quintino Bocaiuva, ambas da rede municipal de ensino do município de Blumenau.

    A escola Visconde de Taunay é referência nacional como escola criativa e também recebeu outra comissão de professores em 2019 pelo projeto Permacultura na escola. Já a escola Quintino Bocaiúva iniciará em 2022 ações que colaboram e coadunam com a permacultura.

    A visita técnica contou com a presença de alunos do Curso de Especialização em Permacultura da UFSC, professores da Licenciatura em Educação do Campo da UFSC, professores da UDESC e da rede municipal de educação do município de Ibirama, além de técnicos da prefeitura de Rio do Sul.

    Professora Maria Elis Nunc-Nfôonro explica as ações na escola Quintino Bocaiuva.

    O objetivo central da visita foi conhecer experiências sobre educação ambiental crítica e sobre como educar crianças e jovens para a vida, a partir dos princípios da permacultura. Como última ação dessa edição do Projeto, a visita proporcionou aos participantes entenderem melhor sobre os potenciais de aplicação da permacultura nos processos de ensino/aprendizagem na educação básica.

    O projeto Permacultura na Escola teve uma primeira etapa entre 2013 e 2014 na Escola Conceição Nunes na capital catarinense. Na ocasião, várias ações pontuais foram desenvolvidas no intuito de construir pedagogias de ensino/aprendizagem por meio da permacultura, partindo-se das técnicas para o contexto escolar.

    Professores e técnicos que participaram da visita técnica.

    Nessa segunda edição iniciada em 2019 e que agora se encerra, a abordagem de levar a permacultura para a escola, partiu do contexto escolar para a tomada de decisão sobre quais técnicas são mais apropriadas de serem desenvolvidas. Para tal, houve uma capacitação para docentes da escola Gama Rosa em São Pedro de Alcântara. Essa formação permitiu a realização de um planejamento permacultural completo da área da escola, que segue em desenvolvimento pela direção da mesma.

    Ao longo do desenvolvimento dessa segunda edição e, em virtude da pandemia de COVID-19, um ambiente virtual de troca de saberes foi criado para os professores engajados na popularização da permacultura, seguirem compartilhando suas experiências.


  • CPP para academia 2022

    Publicado em 27/10/2021 às 20:24

    O Laboratório Sociedade e Medicina Veterinária da UFF em parceria com o Núcleo de Estudos em Permacultura (NEPERMA/UFSC) está organizando o 3º Curso de Planejamento em Permacultura (CPP) para academia, que ocorrerá na Universidade Federal Fluminense em 2022.

    Focado no público acadêmico, o CPP apresentado é uma formação básica em permacultura onde são também transmitidos métodos pedagógicos de ensino de permacultura voltados ao ensino superior, buscando estimular servidores professores e técnicos, a estabelecerem ações de ensino e extensão na temática da permacultura.

    Quer saber mais sobre o curso? Assista esse vídeo com o depoimento dos participantes da última turma.

    Se animou e quer fazer sua pré-inscrição? Clique aqui e preencha o formulário de pré-inscrição. Nos encontramos em 2022.


  • NEPerma conclui mais uma turma

    Publicado em 19/10/2021 às 21:33

    O NEPerma/UFSC concluiu em outubro de 2021 a formação de mais uma turma através da disciplina “Introdução à permacultura”. Essa foi a primeira edição da disciplina junto ao departamento de Educação do Campo da UFSC. Realizada inteiramente em modo remoto em virtude da pandemia, a disciplina desenvolveu os conteúdos teóricos e práticos de forma virtual.

    Turma de 2021/1.

    A composição da turma contou com estudantes das graduações em Educação do campo, Design e Geografia. O professor Paulo Fermino Junior, do campus Curitibanos da UFSC, participou como ouvinte e transformou os conteúdos desenvolvidos em um curso de extensão para atender o público externo à UFSC.

    Confira alguns depoimentos dos concluintes…

    Samanta Barros – Educação do Campo

    Permacultura me pareceu ser uma das chaves para seguirmos outro caminho, contrário ao consumismo cego e destruidor, nos trazendo para mais perto de nossa natureza e aguçando a capacidade de olhar e aprender. Apesar de se basear nos caminhos e sutilezas da grande natureza é uma prática humana que através de uma inteligência consegue-se viver tirando o melhor proveito dos recursos naturais sem destruí-lo, assim como tirar proveito do nosso próprio melhor, se conhecer e também aqueles que te rodeiam, fazendo fluir e permitindo que funcione da melhor maneira possível.

    Alexandre Ladvig – Design

    Assim que cheguei na disciplina a primeira coisa que abri com o grupo era o meu motivo de estar aqui que era a busca de uma alternativa para o que nos está posto. Felizmente minha busca pessoal se achou. Hoje para mim a permacultura é a alternativa para uma vida em completude, alicerçada no cuidado mútuo e no amor. 

    Joel de Aviz – Educação do campo

    Enquanto estudante de educação do campo e através da disciplina de agroecologia ocorreu o primeiro contato com o assunto permacultura, neste primeiro momento assimilei como forma ecológica de produção de alimentos, devido a necessidade de complementar créditos para a conclusão do curso e a oferta da disciplina, me matriculei na disciplina de Iniciação a Permacultura, nas primeiras aulas, me agradou a didática do professor e o assunto foi ficando mais interessante, várias vezes comentei em aula, a permacultura é muito mais que produção de alimentos, é ideologia de vida, interação respeituosa com o semelhante e com o planeta, ética e princípios, passou a integrar minha vida, além de trazer mais um grande amigo e mestre para meu convívio.

    Tomás Sanfelici Coelho – Geografia

    Em síntese, a Permacultura é uma ciência que escancara o momento do planeta: a vida não é algo que nasceu e precisou se manter diante do um lugar inóspito. Na verdade, a Terra é um templo da vida e aqui ela  transborda. Em todos os detalhes da superfície do planeta que observamos a vida está florescendo num processo contínuo. E a Permacultura é amor e respeito à vida, sujeição à terra e resgate do conhecimento ancestral. A ganância pelo acúmulo de capital é a doença contemporânea, cuja depressão e apatia física, social e cognitiva são meros sintomas. Pois bem, a vida traz soluções para tudo – Permacultura é antídoto para a patologia do homem que se afastou da terra. Este homem de negócios, perdido em posses e gráficos financeiros, está prestes a pular do edifício pois o seu viver já não tem beleza. Por sorte o povo sem dinheiro tem a poesia. E a Permacultura é uma forma de poesia.

    Margarida Messiano dos Santos – Educação do Campo

    Em poucas palavras quero dizer que a permacultura é uma alternativa real de planejar projeto de cultivo consciente e mudar a forma como estamos vivendo a vida sociedade e os consumo. ela interage sua filosofia de trabalho com, e não contra a natureza unir os conhecimentos e pratica agrícolas ancestrais tradicionais com planificação, e construção de ambientes humanos que baseando em ecossistemas naturais buscam estabelecer uma relação de harmonia com planeta e as pessoas etc. Pra mim permacultura, seria eu poder viver do meu jeito sem pensar no capitalismo. Perma, é um exemplo de diversidade como na sua aula que cada um puderam relatar o seu estilo de vivencia e experiência.

    Rubens Abilio Laureano – Educação do Campo

    Não conhecia a terminologia Permacultura até olhar a grade das disciplinas em que eu iria me matricular, de todas, sem exceção, foi a que mais me chamou atenção, a meu ver, essa disciplina é a própria educação do campo e para o campo! Permacultura é a possibilidade de pensar criticamente, alternativas reais de mudar a forma como estamos vivendo, e possibilidades de garantir qualidade de vida para nós e para as futuras gerações. Os princípios da permacultura afirmam que as necessidades humanas estão ligadas a soluções sustentáveis, sempre levando em consideração o equilíbrio entre os ecossistemas e o respeito ao próximo. Os conhecimentos relatados em todas as experiências e o espectro de possibilidades e soluções torna essa ciência ainda mais atrativa!

    Dulcemar Emilia Borges – Educação do Campo

    A permacultura fez com que eu tivesse um olhar diferenciado para tudo, terra, alimento, planeta, pessoas, ela trouxe e uniu para o meu dia a dia o conhecimento, junto com a ciência, o estimulo para o trabalho junto a natureza, o ambiente sustentável, que possamos prover as necessidades humanas básicas e as infraestruturas que as apoiam, com isso verificamos sua própria evolução e que nos dão resultados positivos.